domingo, 15 de março de 2009

1ª Campanha de Prevenção dos Defeitos do Tubo Neural

No dia 11 de março, a GABRIEL lançou, em um gostoso café da Manhã na Padaria Suiça para todos os jornalistas da cidade, a Campanha de Prevenção dos Defeitos do Tubo Neural, sob a coordenação do jornalista Kleber Patricio e com o apoio da Clínica Thompson.

Estiveram presentes além dos jornalistas convidados a Diretoria da GABRIEL, Dr. Túlio José Tomass do Couto; Maria Elídia Andrade Picarelli e Rita de Cássia JianPaulo F. Vaz da Secretaria Municipal de Saúde; Ivan dos Santos da Intermezzo Brasil.


A Lei nº. 5339 de 30 de abril de 2008 e publicada em 09 de maio do mesmo ano de autoria do Vereador Tulio José Tomass do Couto, institui a Campanha para prevenção dos Defeitos do Tubo Neural – Anencefalia e Espinha Bífida no município de Indaiatuba.

Apesar de ser um assunto pouco difundido, o DTN - Defeito do Tubo Neural é uma das principais malformações fetais ocorridas no país e no mundo.

O DTN apresenta dois tipos distintos de malformações: a Anencefalia e a Espinha Bífida.

A Anencefalia é a única malformação classificada como totalmente incompatível com a vida. Já a Espinha Bífida é responsável por 10% de todo atendimento feito pela AACD e a Sociedade Brasileira de Genética Clínica alerta que a cada 3 horas nasce no país uma criança com anencefalia.

Médicos que atuam na área são unânimes em dizer que podemos classificar os casos de DTN como uma epidemia. Na opinião do ginecologista e obstetra Thomas Rafael Gallop, membro da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, trata-se de um problema de saúde pública.

A GABRIEL não poderia fugir a sua missão de informar e conscientizar, iniciando assim uma nova campanha para informar às mulheres em idade reprodutiva sobre a importância da prevenção através do uso correto do ácido fólico, vitamina do complexo B. Ela destaca-se por participar de inúmeras reações metabólicas indispensáveis para a biosíntese normal do DNA e que deve estar presente em níveis desejáveis no sangue da gestante no momento da formação do tubo neural que ocorre entre o 24° e 28° dia de gestação. A interrupção da biosíntese do DNA pode impedir o fechamento do tubo neural.

A Campanha que se inicia nesta semana será trabalhada pela GABRIEL durante todo o ano através da distribuição inicial de 20.000 folhetos e 500 cartazes a serem distribuídos nas Unidades Básicas de Saúde e da Saúde da Mulher, consultórios ginecológicos que atendem convênios e particulares e nas escolas de ensino médio e faculdades.

A partir do mês de maio serão programadas palestras com médicos e nutricionistas direcionadas para a população bem como para os profissionais de saúde que atuem diretamente com a saúde da mulher. O calendário será apresentado à imprensa tão logo tenhamos as datas e locais definidos.

A prevenção é um ato de responsabilidade que pode preservar a vida do futuro bebê.



Postar um comentário